SOCIEDADE

“HÁ MAGISTRADOS QUE RECEBEM LUVAS PARA DECIDIREM SOBRE ALGUNS PROCESSOS” 

Um grupo de advogados guineense apresentou esta terça-feira o projecto de criação da Frente Nacional de Luta contra a Corrupção no aparelho judiciário guineense precisamente no Ministério Público. 
Fernando Gomes quem apresentou o projecto afirma que a actuação do Ministério Público deixa muito a desejar. 
«O recente caso da prisão de dois cidadãos guineenses vem aprovar que a actuação do Ministério público deixa muito a desejar. Os dois foram presos não porque cometeram algum delito mas porque caíram nas malhas da associação criminosa instalada no Ministério Publico guineenses que os manda prender depois abrigaram-lhes a pagar soma em dinheiro para poderem saírem da prisão. Tudo isso acontece apesar de discursos circunstâncias de combate sem tréguas a corrupção no país», salienta Fernando Gomes. 
Por outro lado, sublinhou que toda a sociedade reconhece que de facto existe caso de corrupção no aparelho Judiciário guineense. 
“Muitos advogados se queixam de casos de corrupção praticados por alguns magistrados do ministério público mas não se fez nada. Temos a consciência dos riscos que estamos a assumir mas temos a certeza que é um trabalho que alguém deve fazer e vamos fazê-lo”, garantiu. 
Entretanto, deixou claro que existem provas das alegadas corrupções dos magistrados do Ministério Público mas que se encontra num lugar seguro. 
Conforme radio Sol Mansi, Fernando Gomes fez estas acusações sem mencionar nome de nenhum magistrado. 
Notabanca; 20.03.2018

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
“CÂMARA DE BISSAU MEDE TERRENOS A NOITE NO BAIRRO DE ANTULA PARA VENDER” 
População de “Antula-Cuiú” acusa Alberto António da Silva funcionário da Camara Municipal de Bissau de ter vendido ilegalmente o campo de futebol da comunidade local.
Em conferência imprensa realizada no fim-de-semana, régulo da zona Tchacri Cá, disse que Alberto da Silva, mede terreno a noite para vender outras pessoas, suscitando mal-estar na zona.
Em nome da juventude, Hamilton Joaquim Sia, mostrou-se chocado com as atitudes do pessoal da edilidade camarária em complô com os ditos compradores do terreno.
Em reação, Alberto António da Silva, desmente todas as acusações contra a sua pessoa.
Alberto da Silva afirma que a população desrespeitou o acordo firmado entre as partes, após terem vendido o espaço concedido, agora pretendem apropriar-se do terreno que não lhe pertence.
Notabanca; 19.03.2018 


:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
DESABAMENTO DE MONTANHA DE LIXO MATA 17 PESSOAS EM MOÇAMBIQUE 
Pelo menos sete casas ficaram soterradas por deslizamento de lixo em Hulene, em Maputo.

Pelo menos 17 pessoas morreram e outras cinco ficaram feridas, no desabamento de uma montanha de lixo na Lixeira do Hulene, em Maputo. O jornal moçambicano O País, que tem vindo a fazer sucessivas atualizações do número de vítimas, diz que o acidente se deveu às intensas chuvas que se verificaram na última madrugada. 
As autoridades ainda estão no local à procura de mais vítimas, pelo que o balanço ainda é provisório.
O acidente aconteceu por volta das 3h00 (1h00 em Lisboa)  desta segunda-feira, em resultado das fortes chuvas que caíram na cidade de Maputo. Conta o País que o deslizamento soterrou mais de sete casas, onde várias famílias se encontravam a dormir.
De acordo com CM, testemunhas contam que ouviram  barulho e gritos de socorro durante a madrugada. O corpo de salvação pública chegou por volta das 5h00 locais,  mais de duas horas depois do colapso do lixo.
Equipa de Notabanca endereça as suas mais sentidas condolência aos familiares e glória eterna aos falecidos.
 Notabanca; 19.02.2018

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: 
GOVERNO DÁ MAIS DE SETECENTOS MILHÕES DE FRANCOS CFA PARA ACABAR COM AS GREVES 
Para levantar a greve que assola o setor do ensino público cerca de dois meses, Governo de Umaro Sissoco Embaló deu luz verde para pagar os docentes.
Governo disponibilizou mais de setecentos milhões de francos Cfa para liquidar as dívidas em atraso para com os professores.
A promessa motivou os dois sindicatos a levantar a greve nas escolas públicas.
O pagamento será feito em três prestações, revelou terça-feira em Bissau, o ministro da Educação, em conferência de imprensa.
Sandji Fati disse ainda que, no próximo dia seis de Dezembro o Executivo vai entregar certificados a 180 inspectores recém-formados para impulsionarem mais qualidade ao ensino público.
Sobre a carreira docente, o fulcro da exigência dos docentes, o titular da pasta da Educação garantiu apresentar o regulamento da mesma n reunião do Conselho de Ministros para anuência.
Notabanca; 28.11.2017

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
COMISSÃO PERMANENTE DA ANP REPROVA PROPOSTA DA ORDEM DO DIA DA ÚLTIMA SESSÃO PARLAMENTAR 
Não é para agora, a reunião da plenária da Assembleia Nacional Popular (ANP).
Oito dos quinze membros da Comissão Permanente da ANP reprovou hoje em Bissau, a proposta da ordem do dia para a marcação da última sessão parlamentar deste ano da Nona Legislatura.
As deliberações deste órgão foram apresentadas à Notabanca por Hélder Henrique de Barros, porta-voz da comissão.
“Não aprovar o Projeto da Ordem do Dia proposto para a plenária da ANP, Aprovar o voto de louvor para deputada Suzi Carlos Barbosa pela conquista do premio Humanitário Pan-africano, Condenar as práticas de ações de torturas de crueldades e de escravização são submetidas os nossos irmão africanos e emigrantes na Líbia, porquanto constituírem atos atentatórios contra os direitos e dignidade humana, em consequência, exortar as autoridades líbios assumirem as suas responsabilidades, por forma a porem fim, à esses atos desumanos e exortar ao Governo a pôr fim o bloqueio financeiro para que votou à ANP, porque a disponibilização de fundos para o funcionamento da ANP não é uma benesse que o Governo concede ao Parlamento, mas sim, um direito constitucional e legalmente atribuído,” lê-se na resolução de 30 .11.2017, da Comissão Permanente da ANP.         
Perante o facto, Cipriano Cassamá, presidente da ANP disse que a resolução demostra que o líder do parlamento não tem poder de decisão sobre os deputados.
“Nenhuma instituição pública não pode provocar medo ao Parlamento. Se as pessoas foram nomeadas pensam que virão intimidar deputados ou membros do meu gabinete, estão enganados. Estamos preparados e não vamos aceitar manobras de ninguém, porque não há bandidos na ANP. As pessoas podem continuar a roubar documentos mas vão se envergonhar com eles,” disse líder da ANP.  
De sublinhar que, os deputados do PRS não participaram na reunião da Comissão Permanente.
Notabanca; 30.11.2017 


 ::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
MP PEDE AO PARLAMENTO PROVAS DE TENTATIVA DE ASSASSINATO DE CIPRIANO CASSAMÁ E DSP DO PAIGC 

Ministério Público (MP) reage sobre a denúncia do Gabinete da Imprensa da ANP de suposto assassinato de Cipriano Cassamá e de Domingos Simões Pereira.
Em comunicado de imprensa que Notabanca teve acesso, hoje 29, o Procurador-Geral da República instruiu vara crime do Tribunal Regional de Bissau para solicitar o Parlamento no sentido de fornecer todos os elementos probatórios que possam facilitar a identificação dos presumíveis autores, a fim de serem traduzidos a justiça.
Ainda, no documento lê-se que existe o braço-de-ferro entre a Policia Judiciária e ANP, na sequência de um inquérito em curso na PJ contra ao órgão de soberania, por suposta prática de facilitação à migração, por via de esquemas montadas.
No documento, a Procuradoria-Geral afirma que o inquérito em causa, a PJ enviou várias correspondências à ANP, nas quais pediu as ordens de missões, pedidos de vistos schengen e os protocolos de pagamentos dos seus funcionários que foram concedidos os vistos.
Face a situação, o Ministério Público adverte desde já a ANP a cumprir a “letra”o prazo fixado, referente a última correspondência da PJ para entregar todos os documentos solicitados.
A nota remata, instando ao Ministério dos Negócios Estrangeiros para facultar todos os documentos relacionados com pedido de vistos providentes da ANP à PJ.
Recorde-se que, líderes da ANP, Cipriano Cassamá e do PAIGC, Domingos Simões Pereira, segundo a nota do Gabinete da Imprensa do Parlamento escaparam de morte, na marcha pacífica nos dias 16 e 17 deste mês, do Coletivo de Dezassete Partidos Políticos Democráticos.
O comunicado:

Notabanca; 29.11.2017
:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
PGR DIZ QUE CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA NÃO IMPEDE MANIFESTAÇÕES PACÍFICAS

O Ministério Público da Guiné-Bissau esclareceu hoje que a Constituição do país não impõe qualquer limite ao exercício da liberdade de manifestação, mas que aquela deve decorrer de forma pacífica e obedecer a algumas normas.
«Uma vez que a Constituição não impõem qualquer outro limite substancial ao exercício da liberdade de manifestação remetendo a sua regulamentação `nos termos da lei´ então este direito não pode ser coartado, condicionado ou limitado por atos da administração para além dos limites normativos», refere, em comunicado, o Ministério Público.
No documento, o Procurador-geral da República, Bacar Biai, explica que os limites normativos existentes estão relacionados com o comportamento dos cidadãos e não com o direito de manifestação.
Assim, continuou, segundo a Lei da Manifestação, os «cortejos e desfiles só poderão ter lugar aos domingos, feriados e aos sábados depois das 13:00 horas e nos dias úteis depois das 19 horas».
A mesma lei refere que as autoridades podem impedir a realização de uma manifestação em lugares públicos situados a menos de 100 metros das sedes dos órgãos de soberania, estabelecimentos hospitalares e mercados e que é «expressamente interdita» a realização de manifestações a menos de 100 metros de instalações militares, representações diplomáticas e partidos políticos.
«O Ministério Público chama a atenção do Governo, partidos políticos e sociedade civil que a liberdade que a todos se reconhece é porém única e exclusivamente a de manifestar pacificamente e que essa cessará logo que perca o seu carácter pacífico, perdendo assim a proteção constitucional», esclarece.
Nesse sentido, Bacar Biai salienta que aquele direito deixa de ter «cobertura constitucional quando exercido com violência através do arremesso de pedras e outros objetos, com agressões a cidadãos, incluindo dos agentes policiais».
O Ministério Público da Guiné-Bissau solicitou ao Governo para respeitar e aplicar a Lei da Manifestação do país e aos partidos políticos e sociedade civil para salvaguardarem os direitos das pessoas que não participam em manifestações.
No comunicado, o Ministério Público salienta que vai defender a ordem jurídica e paz social e «responsabilizar criminalmente os eventuais atores de atos de restrições ilegais da referida liberdade», bem como «responsabilizar da mesma forma todos aqueles que pratiquem atos contra os limites impostos na lei da manifestação».
O Ministério do Interior da Guiné-Bissau tem proibido a realização de várias manifestações no país.
O movimento dos jovens inconformados tentou realizar no sábado uma manifestação, que o Ministério do Interior voltou a proibir.
Ler o comunicado:

Notabanca; 29.11.2017
:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
 JOVENS ESPANCADOS E ENCARCERADOS NA SEXTA E SEGUNDA ESQUADRAS DE POP EM BISSAU

Enquanto prevalece a crise politica, nasce sucessivamente novos casos no país.
Trinta jovens do bairro de “Antula” em Bissau foram espancados, presos e encarcerados na Sexta Esquadra da Polícia, depois transferidos para a Segunda Esquadra, onde foram detidos durante uma semana. 
Em causa, segundo os jovens está um pedaço de terra onde praticavam desporto há vários anos, reclamado por um homem com alegações que comprou o espaço mas sem apresentar o nome e dono do terreno aos jovens.
Os jovens foram proibidos de jogar no espaço. O fato revoltou o grupo exigindo a identidade de quem vendeu o espaço de lazer do bairro.

O mal-estar degenerou-se em tiros, chutes e pontapés contra os jovens.
Conforme o grupo, para além de serem presos e torturados pela polícia, alguns foram algemados injustamente nu.
O coletivo diz que a polícia teve que disparar dois tiros para dispersa-los, com tudo, os jovens estavam determinados em permanecer no local.
Notabanca soube de fonte fidedigna que o caso já se encontra sob alçada do Ministério Público.
Notabanca; 29.11.2017

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
ESCOLA DE SURDOS E MUDOS DA GUINÉ-BISSAU BENEFICIA DA FUNDAÇÃO JOÃO-23 LOTE DE MATERIAIS

Fundação João-23 de Portugal ofereceu hoje um lote de materiais escolares a Escola de Surdos e Mudos” sita na Ponta “Gardete”, em Bissau.
Do donativo constam livros, carteiras, secretarias, armários, cadeiras, colchões, roupas usadas e brinquedos.
No ato da entrega, José Augusto Lopes, presidente de Associação dos Surdos e Mudos agradeceu o gesto afirmando que, o dom cresce o nível da responsabilidade da sua organização e o mesmo será distribuído convenientemente, as crianças da escola.
A Coordenadora da Fundação João-23, Maria Filomena de Almeida prometeu mais ajuda aos mais vulneráveis do país.
A ocasião serviu para o Delegado da Fundação João XXIII na Guiné-Bissau manifestar o seu desagrado pela demora na desalfandegamento do contentor do donativo no porto de Bissau.
Segundo Raúl Daniel da Silva, o fato não deveria acontecer já que o contentor de materiais veio para minimizar o sofrimento dos mais carenciados do país.

  Notabanca; 30.11.2017
::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: 
EMBAIXADA DA LÍBIA EM BISSAU DIZ QUE NÃO HÁ GUINEENSES NAQUELE PAÍS E NEGA PRÁTICA DA ESCRAVATURA 
É isto mesmo. Quando o Estado é coxo, os estrangeiros não respeitam os seus cidadãos como tem vindo acontecer.
A Embaixada da Líbia em Bissau considerou hoje de campanha política da comunicação social internacional em relação as imagens divulgadas recentemente e que mostram alegados abusos cometidos por cidadãos líbios contra imigrantes ilegais naquele país do Magreb. 
Falando em conferência de imprensa, o Encarregado de Negócios da embaixada Líbia em Bissau, Fati El Tabawi disse terem seguido com preocupação a informação veiculada pelo canal televisivo americano CNN, que ilustra a venda por parte de alguns bandos criminosos de imigrantes ilegais, a fim de conseguir alguns benefícios financeiros.


“Independentemente destas notícias serem verdade ou não, o Governo de Consenso Nacional e a Embaixada da Líbia na Guiné-Bissau rejeitam e condenam energicamente estas práticas, disse, salientando que os responsáveis por esses crimes seja qual for as suas nacionalidades devem ser identificados e conduzidos à justiça o mais rápido possível.



Segundo Fati, tais práticas não coadunam com os ensinamentos do Islão e contrariam com a cultura e tradição do povo líbio.



Disse que as leis líbias e internacionais, bem como a Carta dos Direitos Humanos, sendo a Líbia um país multirracial, o que foi veiculado nos órgãos de comunicação social “deturpadores” afecta negativamente ao povo líbio.



“Por esta razão, o Presidente do conselho de Estado da Líbia, deu instruções as entidades de segurança para procederem a averiguação sobre a veracidade dos factos no sentido de perseguirem os criminosos e conduzi-los ao julgamento o mais rápido possível”, frisou Fati El Tabawi.



O Encarregado dos Negócios da embaixada da Líbia na Guiné-Bissau disse que o Governo do seu país reafirma que, caso se comprova os maus tratos ou outras práticas contra os emigrantes clandestinos ou ilegais, não deixam de ser atos isolados e que os seus actores não escaparão à justiça.



De acordo com o diplomata, o Ministério dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação Internacional da Líbia lançou um apelo à Comunidade Internacional e a União Africana no sentido de ajudarem este país a combater  “esse perigo” , incluindo um tratamento mais eficaz as reais causas da emigração clandestina.



“O Governo líbio tem a clara consciência de que existem algumas partes regionais que tentam aproveitar estes acontecimentos para implicar a Líbia, a fim de cobrirem  a sua incapacidade com o objetivo de tornar a Líbia num país de destino e acolhimento  de emigrantes clandestinos “,disse.



Fati El Tabawi disse que estão em constante contato com o governo da Guiné-Bissau ,e que até ao momento não têm notícias oficiais da existência de emigrantes guineenses naquele país que se encontra em situação de maus tratos.



Convida à quem tiver informações contrárias para contatar , a embaixada em Bissau para que em conjunto seja diligenciada uma solução. 



O diplomática referiu haver três voos semanais da Líbia para a  sub-região que oeste africana , que poderão ser usados para o transporte de emigrantes para os respectivos países de origem.

Mas que brincadeira é esta!?
Notabanca; 30.11.2017
::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
GOVERNO GARANTE QUE HÁ CIDADÃOS GUINEENSES NA LÍBIA APESAR DE OIM DIZER QUE NÃO 
Mortos, tortura e escravatura continuam a falar mais alto na Libia..

O secretário de Estado das Comunidades da Guiné-Bissau, Dino Seidi, confirmou hoje que há cidadãos guineenses na Líbia e que o Governo está a criar condições para o seu repatriamento.
"Nós estamos a ser confrontados com uma situação de salvar vidas. Lá as pessoas não dizem sou guineense, queniano ou senegalês. Temos uma nota da OIM (Organização Internacional das Migrações) da Líbia, que diz que não há guineenses, mas nós sabemos que estão lá", afirmou Dino Seide, sem avançar com números.
O secretário de Estado das Comunidades disse que vão ser criadas "condições objetivas" para que as pessoas possam ser repatriadas. 
"Essas condições passam por um processo de identificação e posteriormente o repatriamento", disse, explicando que brevemente vai ser deslocada uma missão à Líbia para fazer esse trabalho.
"É preciso pôr alguém no terreno para fazer este trabalho, nós não temos representação diplomática na Líbia e as associações de guineenses locais não estão a funcionar e temos estado a fazer contactos esporádicos", acrescentou.
Nas declarações aos jornalistas, o secretário de Estado das Comunidades mostrou a carta da OIM enviada ao Governo em que a organização refere que não há guineenses na Líbia.
No entanto, o próprio Governo guineense e vários jornalistas locais têm estado em contacto com pessoas que lá vivem.
Hoje, em conferência de imprensa, o encarregado de Negócios da Embaixada da Líbia em Bissau, Fathi Tabawi, disse não saber se "existem guineenses" no seu país.
"Não temos informação sobre o assunto. Mas a Líbia é um local bastante frequentado por africanos e, caso haja, a embaixada vai comunicar ao Governo guineense", afirmou. 
O representante diplomático pediu também às pessoas que tenham informação fiável sobre a presença de guineenses na Líbia para informarem a embaixada.
Basta de palavras. É preciso agir com urgência para resgatar os guineenses que se encontram na Líbia.
Notabanca; 30.11.2017

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
TRABALHADORES DO HOSPITAL “SIMÃO MENDES” BENEFICIAM AUMENTOS DOS SALÁRIOS 
Os Trabalhadores contratados do hospital nacional “Simão Mendes” de Bissau beneficiaram de aumentos dos salários mínimos de trinta para cinquenta mil francos CFA.
O aumento visa imprimir uma nova dinâmica, no maior centro hospitalar do país, conforme disse à Notabanca, Aleluia Lopes, diretor do “Simão Mendes”.
Segundo Aleluia Lopes, os utentes do hospital violam sistematicamente as normas estabelecidas, ao ponto de abandonar as casas de banhos fazendo necessidades fora delas, sobretudo, no interior do hospital.
Para colmatar o cenário, o diretor garante que a circulação de pessoas será restringida de modo a permitir sossego aos pacientes.
Ainda, conforme o responsável máximo de “Simão Mendes”, o aumento salarial será alargado ao pessoal das outras unidades do hospital “Simão Mendes”.

Notabanca; 03.10.2017
:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

PJ DETEVE HOMEM COM 56 CÁPSULAS DE COCAÍNA 
A Polícia Judiciária (PJ) da Guiné-Bissau deteve um homem que tinha ingerido 56 cápsulas de cocaína, disse hoje à Lusa fonte daquela força de segurança.
Segundo a mesma fonte, o homem, de nacionalidade nigeriana, foi detido no aeroporto internacional Osvaldo Vieira, em Bissau, proveniente do Brasil. 
A fonte indicou que o homem viajou do Brasil para Marrocos, onde apanhou a ligação para Bissau. 
O homem, que se encontra detido na PJ em Bissau, já expulsou do organismo todas as cápsulas ingeridas, acrescentou. 
Notabanca; 03.10.2017

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

SEIS PESSOAS DADAS COMO DESAPARECIDAS NUM NAUFRÁGIO NO SUL DA GUINÉ-BISSAU

Seis pessoas desapareceram depois de a piroga onde seguiam ter naufragado quando fazia a ligação entre as ilhas de Bubaque e Canhabaque, no Sul da Guiné-Bissau, disse hoje o comandante dos Portos de Bissau, Sigá Batista. 
O naufrágio deu-se na tarde de segunda-feira na sequência de fortes ventos que se abateram sobre grande parte da Guiné-Bissau, com incidência sobre o arquipélago dos Bijagós, e quando a piroga embateu contra uma rocha, tendo-se partido ao meio, precisou Sigá Batista.
A piroga, com motor fora de bordo, utilizada para pesca artesanal, deu boleia a um grupo de passageiros que queriam chegar à ilha de Canhabaque, a partir de Bubaque, mas no meio do caminho, devido aos fortes ventos, acabou por naufragar. 
"Das 16 pessoas que se encontravam na piroga, dez foram resgatadas com vida no local, seis estão desaparecidas até ao momento", observou o comandante dos Portos de Bissau, que lamenta a situação.
Uma equipa de socorro, constituída por técnicos do Instituto Marítimo Portuário e os do Instituto da Biodiversidade e das Áreas Protegidas (IBAP) estão a efetuar buscas, mas Sigá Batista tem poucas esperanças em encontrar algum náufrago com vida.
O responsável lamenta o facto de os passageiros da piroga sinistrada viajarem sem coletes.
"As pessoas usam coletes aqui a saída do Porto, em Bissau, mas logo no mar tiram-nos o que é mau, pois sujeitam-se a riscos desnecessários", defendeu Batista.
Notabanca; 03.10.2017


:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
PRESIDENTE DE CÂMARA DE BISSAU REAFIRMA PROIBIÇÃO DE VENDA NOS PASSEIOS 
O Presidente da Câmara Municipal de Bissau (CMB) reafirmou hoje que a proibição de vendas nos passeios e ao longo das diferentes avenidas da capital, é irreversível. 

Baltazar Alves Cardoso falava aos jornalista, depois de uma reunião com a Câmara de Comércio (CDC), destinada a encontrar uma saída para as mulheres que vendiam nestes lugares, na presença das mesmas.


“Felicito a iniciativa da CDC, mas uma coisa é certa: a nossa cidade deve ter uma outra cara em termos de organização. Por isso, todos nós estamos de acordo com a desocupação da avenida principal. O problema é encontrar um espaço para colocar as mulheres que aí vendiam “, disse.


Entretanto, o Presidente da CMB reconheceu que é preciso dar facilidades as mulheres para continuarem as suas actividades económicas, tendo afirmado que espera encontrar um espaço no mercado de Bandim onde vão ser recolocadas.


 “Como costumo dizer que não existe Mercado digno do seu nome no país por isso a recuperação do Mercado Central vai diminuir um pouco o sofrimento dos comerciantes, porque vai ter três pisos e os utentes serão divididos conforme os artigos que vendem, ou seja legumes, roupas, vestuários cada qual no seu lugar”, informou.


Por seu turno o Presidente da CDC em exercícioenalteceu a importancia do  objectivo do encontro que é  enconbtrar  solução para que as mulheres que vendiam no passeio possam encontrar outro lugar para comercializar os seus produtos. Diz ANG


António Nunes lembrou que as mulheres são associadas de diferentes organizações afiliadas na sua organização.


Celeste Jorge Mendes, em nome das mulheres vendedeiras no passeio do Mercado de Bandim disse que a preocupação das mulheres tem a ver com a solução ao despejo de que foram alvo, uma vez que “não podemos ficar sem vender”. 


 “ O encontro foi muito aproveitável para as partes  Apesar de a CMB não indicar, ainda, nenhum outro lugar, estamos confiantes que a melhor solução será encontrada em breve” concluiu esta mulher comerciante.

Notabanca; 04.10.2017
::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
TÉCNICOS DA RECEP-GB DEBATEM PACOTES DE FINANCIAMENTO NO SECTOR EDUCATIVO

Técnicos da Rede da Campanha de Educação para todos (RECEP-GB) debateram hoje em Bissau, sobre os pacotes de financiamento ao sector educativo.
Na cerimónia de abertura, Vençã Mendes, coordenador da Rede, disse que, a fraca contribuição dos parceiros ao sector educativo constitui um dos estrangulamentos da educação na Guiné-Bissau.
Por outro lado, Mendes lamenta a ausência no encontro dos principais parceiros da educação, nomeadamente, Ministério da Educação, UNICEF, Banco Mundial, União Europeia e entre outros, que conforme adianta foram convidados devidamente, mas não se justificaram as ausências.
Notabanca; 04.10.2017 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
TRAFICANTES DE DROGA ASSALTAM  SERVIÇOS DE INFORMAÇÕES DE ESTADO EM MAFANCO LESTE DO PAÍS

Autoridade de Estado a deriva. Como isto pode acontecer?
O Jornal Donos da Bola denunciou hoje que os traficantes de droga assaltaram esta semana os serviços de informação de Estado, no setor de Sonaco, Leste do país.
Um dos agentes que testemunhou a invasão popular às instalações precárias do Serviço de Informação do Estado (SIS), na aldeia de Mafanco, região de Gabú, conta que tudo aconteceu após uma operação desencadeada pelos agentes, que apreenderam uma quantidade de droga não especificada do tipo “Yamba” também conhecido por “cannabis” na casa de um suposto traficante desse produto.
Desapontados e inconformados com o cenário, alguns jovens munidos de pedras invadiram o serviço, onde se encontravam reunidos três agentes para abordar o assunto com o chefe da aldeia.
O grupo dos jovens que pretendia recuperar o “cannabis” apreendido, acabou por ser dispersado pela força policial local.
Mas as fontes indicam que o grupo ainda não se desarmou. Poderá voltar ao local, retalhar, ao menos que seja devolvida a droga aprendida.
A ver vamos mais um episódio inédito e anarquista, no país.
Notabanca; 25.08.2017

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::  

“CNE ESTÁ PRONTA SE FOREM CONVOCADAS ELEIÇÕES” DIZ SECRETÁRIA EXECUTIVA”
A Secretária Executiva da Comissão Nacional de Eleições (CNE) afirmou que a sua instituição está preparada para realizar as eleições legislativas antecipadas, caso houver uma convocatória para o efeito.
Cátia Lopes deu estas declarações, em exclusivo à ANG, na sequência da recente afirmação do Presidente da República, em como se, “ num prazo de três meses, o PAIGC, o PRS e Grupo dos 15 não se entenderem para desbloquear o Parlamento e acabar com a actual crise política, devolverá o poder ao povo”, através da convocação de eleições legislativas antecipadas.
No entanto, a Porta-voz da CNE fala dos estrangulamentos que tem a ver com a falta de actualização de Cadernos Eleitorais e o dinheiro para financiar eleições.
Sobre o primeiro, esta responsável informou que a Lei do Recenseamento Eleitoral do país recomenda, a actualização dos cadernos nos primeiros três meses de cada ano. O que, segundo as suas palavras, não aconteceu.
Em relação aos recursos financeiros, a Secretária Executiva da Comissão Nacional de Eleições disse que, de acordo com as estimativas para organizar o escrutínio normal em 2018, a entidade precisará de 4,5 milhões de Dólares.
Questionada sobre a previsão do número total de potenciais eleitores no próximo ano, sem quantificar, Cátia Lopes assegura que será superior aos 775.508 guineenses que votaram nas eleições gerais de 2014.
De acordo com a Lei Eleitoral, a Guiné-Bissau possui 29 Círculos Eleitorais: seis em Bissau, vinte e um nas regiões e dois na Diáspora, ou seja, na Europa e África, os quais elegem no total, 102 deputados.
Notabanca: 05.07.2017 

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

GUINEENSE MORRE NA PRAIA FLUVIAL EM BRAGA PORTUGAL 
Um homem de 24 anos foi encontrado sem vida, ao início da noite deste sábado, no rio Cávado, junto à praia fluvial de Adaúfe, em Braga. O jovem tinha nacionalidade guineense e estava em Portugal a estudar na Universidade Católica, em Braga. Edilson "Duo", como era conhecido, não sabia nadar e morreu afogado no rio Cávado.
Para o local deslocaram-se os mergulhadores dos Bombeiros de Braga, a GNR de Braga e uma Viatura Médica de Emergência e Reanimação do (VMER), do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).
O corpo foi encontrado pelas 20.30 horas, cerca de uma hora e meia depois do alerta do desaparecimento. A equipa do INEM ainda tentou reanimar Edilson, mas acabaria por declarar o óbito às 20.57 horas.
O jovem estudante tinha ido àquela praia fluvial com um grupo de amigos, que necessitaram de apoio psicológico prestado no local por profissionais do INEM.Segundo os amigos, Edilson "não sabia nadar" e acabou por afogar-se numa zona conhecida como Poço Negro, local onde é frequente a morte de banhistas.
Notabanca; 25.06.2017
::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 23% DAS CRIANÇAS DA GUINÉ-BISSAU ESTÃO FORA DO SISTEMA EDUCATIVO FORMAL – RELATÓRIO
Quase um quarto das crianças guineenses, cerca de 23 por cento, não vão à escola, segundo um relatório divulgado hoje pelo Plan Internacional, uma
organização não-governamental, que atua na Guiné-Bissau.
O relatório, baseado em estudos recentes, aponta que as crianças portadoras de deficiências e as do sexo feminino são as que menos frequentam a escola na Guiné-Bissau, enfatizou Alassan Drabo, representante do Plan em Bissau.

A juntar a esta realidade está ainda o facto de a taxa de abandono escolar ser de 18 por cento, sublinhou Drabo ao apresentar um relatório em que a organização reclama “a implementação de políticas para uma Educação Inclusiva, Equitativa e de Qualidade na Guiné-Bissau”.

Perante o ministro guineense da Educação, Sandji Faty, o representante do Plan Internacional apontou a zona leste do país como a região onde mais se concentram crianças fora do sistema educativo formal.

O estudo indica que "questões socioculturais" impedem que "grande número de pessoas" dessa zona estejam dentro do sistema educativo. As regiões do leste da Guiné-Bissau, Bafatá e Gabú, são habitadas maioritariamente por indivíduos islamizados.

O ministro guineense da Educação concordou com o panorama desenhado pelo Plan Internacional, sobretudo em relação às comunidades predominantemente de indivíduos islamizados, mas afirmou que o trabalho que tem sido feito "já apresenta bons resultados".

Sandji Faty diz estar em curso "uma mudança do paradigma" nestas comunidades, em que os pais agora mandam as suas crianças para a escola formal e pedem abertura de mais estabelecimentos do ensino formal.

Dantes o ensino, naquelas comunidades, limitava-se ao Corão, precisou o ministro, para destacar a "mudança das mentalidades", também fruto do trabalho de organizações como o Plan, disse.
"Até parece que houve um ‘click' com grandes comunidades a pedirem a abertura de escolas", sublinhou Sandji Faty enfatizando o número crescente de meninas nas turmas em certas comunidades islamizadas.

"Há dez, quinze anos atrás, por exemplo, era impensável ver numa ‘tabanca' escolas em que as meninas são em maior número que os rapazes", afirmou o governante.

O representante do Plan na Guiné-Bissau corroborou a realidade destacada pelo ministro, mas salientou que a tendência é acontecer que conforme as crianças avançam nos níveis de escolaridade as do sexo feminino e as portadoras de deficiências tendem a "ficar para trás".

Notabanca; 05.07.2017
:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
 "PESCA UE GUINÉ-BISSAU ARMADOR PAGA PELA QUANTIDADE CAPTURADA E ABASTECER COMBUSTÍVEIS DA BANCA MARÍTIMA GUINEENSE"-ministro 
O ministro guineense das Pescas anunciou hoje em Bissau que o sistema de gestão de esforço de pesca entre União Europeia (UE) e a Guiné-Bissau doravante passa a ser expresso em Tonelagens Admissíveis de Captura (TAC), contra as Tonelagens de Arqueação Bruta (TAB) dos navios europeus nas águas territoriais da Guiné-Bissau.
Ministro das Pescas realça o progresso registado no processo da quarta ronda negocial entre a Guiné-Bissau e a União Europeia.
De acordo com Orlando Mendes Veigas as partes chegaram a “um consenso final” que significa a atribuição de uma quota predefinida para os diferentes segmentos de pescaria (crustáceos, cefalópodes e peixes), e controladas as suas capturas no final de cada maré no porto de Bissau para a sua taxação, ao um montante previamente acordado entre as autoridades de Bissau e Bruxelas. 

Mendes Veigas garante que os navios europeus serão obrigados a abastecerem pescado ao mercado nacional para o combate a segurança alimentar da população guineense, aumento de número dos marinheiros nacionais a embarcar nos navios europeus ao abrigo do próximo protocolo, definição das capturas acessórias para as pescarias, abastecimento em combustíveis pela frota europeia na banca marítima guineense, como forma de impulsionar a economia nacional bem como a criação de empresas “joint venture” com empresários nacionais no setor pesqueiro.
Conforme o governante Veigas, o ponto da discórdia é o nível do pagamento do direito de acesso aos recursos pesqueiros da “ZEE” guineense pela União Europeia à Guiné-Bissau.
Ainda, o ministro promete que o sistema que até agora vigorava de capturar a quantidade, que capturar e levar consigo, deixa efetivamente de existir, passando a vigorar o sistema em que o armador paga pela quantidade capturada.
Notabanca; 07.07.2017
:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
NATAL 2016 ENSOMBRADO COM CINCO MORTOS E VÁRIOS FERIDOS GRAVES NA GUINÉ-BISSAU 

Os citadinos de Bissau foram abalados essa madrugada do dia 26 de dezembro, com duas tragédias que resultaram em cinco mortos.
Uma viatura da marca “Toyota Rav”, onde seguiam cinco pessoas, presumivelmente com excesso de velocidade despistou-se da estrada e foi bater contra um contentor de venda de produtos comerciais, onde estavam a dormir dois comerciantes mauritanos que apanharam susto, matando no local quatro passageiros fraturando uma perna de um sobrevivente.
O acidente de viação foi registado essa madrugada na estrada de volta que liga São Paulo-Antula, quando apareceu uma viatura de forma súbita, forçando à entrada na estrada principal, a outra que vinha com velocidade foi obrigada a despistar-se projetando o contentor, segundo disse a Notabanca Anibal Teresa Lourenço, sobrevivente do acidente.
A outra vítima mortal ocorreu na mesma noite, na discoteca Sabura no Cupilum de cima em Bissau, com uma rapariga que terá sido escorregada na escada do edifício, caiu e foi evacuada ao Hospital Simão Mendes não resistiu, chegou no local sem vida.
Notabanca; 26.12.2016

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: 
 CAMPANHA DE  DISTRIBUIÇÃO DE MOSQUITEIROS IMPREGNADOS O MINISTRO AMEAÇA COM MÃOS DURAS

“Ministro de Saúde ameaça punir os vendedores dos Mosquiteiros Impregnados com Inseticidas de Longa duração de Acão”.
Carlitos Barrai falava hoje no lançamento da campanha nacional de distribuição de redes mosquiteiras impregnadas. 
“Ai de quem apanhado a vender mosquiteiro. Vai nos contar qual funcionário de saúde que lhe deu mosquiteiro para vender. Não podemos continuar na brincadeira com coisa pública,” advertiu o governante.
Ayigan Kossi, representante da OMS disse que a malária representa uma grave ameaça à saúde pública. Os mais afetado são as crianças com 41% de todos os casos e 45% de todas as mortes, comprometendo o objetivo do milénio.
De sublinhar que esta é a terceira campanha do género desde 2011 e vai ser distribuídas em cinco dias mais de um milhão de mosquiteiros em mil e quinhentos postos de distribuição por todo o país.
Notabanca; 31.05.2917
::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
“ELEMENTO DO GABINETE DO CHEFE DO ESTADO GUINEENSE E MINISTRO DE INTERIOR NUM SUPOSTO NEGÓCIO OBSCURO DE VIATURA”-ADVOGADO

“Burla ou tentativa de roubo?”
O advogado Victor Embana denuncia tentativa da ingerência de um elemento do Gabinete do Presidente da República e ministro do Interior nosuposto negócio obscuro da viatura do seu constituinte. 
De acordo com o advogado, a sua cliente de nome Cadi Fall, cidadã senegalesa empresária vivendo na Itália encontrava-se em Bissau, em negócios de viaturas teve acidente de viação. Resolveu simplesmente regressar para Roma. Acontece que, teve que entregar a sua viatura ao Viriato Alex, e esse por sua vez, venceu a mesma viatura ao cidadão Português, Heitor Daniel Alves Carvalho.
Segundo o advogado, o elemento da Presidência da República ligou ao Botche Candéa pedindo apoio desse com intuito de minar as pistas. Pelo que alerta o ministro do Interior para que não deixe ser utilizado de uma forma inocente nessa jogada, cujos autores serão responsabilizados.
O advogado disse ainda que todo que rola é uma “venda alheia”. Adiantando que a viatura é da marca Landcruiser da cor cinzenta cuja matrícula é adulterada, passando agora a usar a de Vítor Naneia do PAIGC, sem o consentimento desse.
Noyabanca; 24.06.2017
:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

TRB SUSPENDE JULGAMENTO DE BUBO NA TCHUTO E 16 MILITARES ACUSADOS DE GOLPE DE ESTADO

Ainda não é desta.
O Tribunal Regional de Bissau (TRB) adiou nesta segunda-feira, sene dia, o julgamento de contra-almirante José Américo Bubo Na Tchuto, Watna Na Laye e 15 militares acusados de tentativa de golpe de Estado na Guiné-Bissau, em 2011. 
O juiz do processo dos militares alega que o julgamento foi adiado, porque algumas testemunhas se ausentaram e quatro acusados não foram ainda notificado, para o efeito. 
Na audiência, estiveram o antigo Chefe de Estado Major-general das Forças Armadas, General António Indjai ladeado dos seus colaboradores, Daba Na Walna, Tcham Na Man e Bebé Sanca. 
Dos 17 militares acusados na sublevação militar, dois já faleceram nomeadamente; Gletche Na Ganhá, Bidon Na Montche. Ainda uma testemunha do caso, Sanhá Clossé da Marinha da Guerra, também já faleceu. Fato que o juiz do processo disse desconhecer, e fica adiado o julgamento. 
A saída da audiência, o advogado de Bubo Na Tchuto, Joãozinho Vieira Có, disse que há mais de cinquenta suspeitos desse caso, o seu constituinte está de consciência sossegada. E pede justiça. 
Bubo Na Tchuto, não gostou nada daquilo que aconteceu na sala de julgamento, afirmando que saiu irritado.


Recordamos que, Bubo Na Tchuto foi detido a 03 de abril de 2013, pela força policial anti droga, e cumpriu cerca de dois anos de prisão nos Estados Unidos da América, por suspeito de tráfico de droga.
Notabanca; 29.05.2017

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
UNTG ACUSA GOVERNO DE ATUAÇÃO PASSIVA NA SUBIDA DOS PREÇOS NOS MERCADOS

União Nacional dos Trabalhadores da Guiné (UNTG) exige do Governo, a fiscalização dos preços dos produtos da primeira necessidade.
A postura da maior central sindical saiu da última reunião da organização, onde analisou-se a subida dos preços dos produtos básicos da subsistência social.
Em comunicado aqui Notabanca teve acesso, UNTG considera de arbitrariedade e sem fundamentos plausíveis a fixação dos preços que se verifica no país.
Neste sentido, a organização acusa o Executivo de uma actuação passiva, perante o facto.
A União dos Trabalhadores sustenta a posição por considerar que o salário que pratica no país não corresponde com os princípios e valores plasmados na Constituição da República.
UNTG propõe a criação de uma comissão “ad hoc” para seguimento de preços e qualidade de arroz, óleo, açúcar, peixe, carne e entre outros produtos.
A central sindical lembra ainda que, os funcionários públicos foram colocados em pobreza extrema pelos sucessivos governos.
Facto que leva a organização a reafirmar que jamais ficará indiferente perante a injustiça e exploração, diz o comunicado.
Notabanca; 22.06.2017
:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
APARELHO RAIO-X DO HOSPITAL DE GABÚ CORRE RISCO DE ESTRAGAR POR FALTA DE ENERGIA E ESPAÇO PARA INSTALAÇÃO

Enquanto persiste a crise politica, persiste a vulnerabilidade e complicações nas instituições do Estado da Guiné-Bissau.
O aparelho de raio-X disponibilizado para o hospital regional de Gabú, corre risco de estragar.
Isto porque, já lá vai a um ano, que o aparelho continua guardado na varanda do centro, sem energia e nem espaço para a sua instalação. 
De acordo com Adulai Embaló, director regional do hospitalar local, foram instalados mal, setenta e dois painéis solares, mas não conseguem alimentar os aparelhos do hospital. 
Perante a situação, Adulai Embaló solicita o apoio do Governo central e de mais parceiros para minimizar as dificuldades, sob pena de ver o aparelho de raio-x danificado, por causa de chuva que chove na varando do hospital.
Notabanca; 17.06.2017


:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

MAIS DE OITO GUINEENSES DETIDOS NAS
 
PRISÕES TOGOLESAS PEDEM SOCORRO
 
 

Não dá para acreditar, mas se diz que, “uma imagem vale mais que mil palavras.”
Guineenses presos no togo há mais de três anos sem culpa formulada, nem julgamento e nem advogado lançam apelo para que a justiça seja feita de modo a libertarem um pouco da miséria se encontram. Ainda, pedem às autoridades guineense, a Liga Guineense dos Direitos Humanos, às instituições competentes e à todos quantos acham que podem ajudar mais de oito guineenses, vivendo em condições desumanas.
Recorde-se que as Nações Unidas (ONU) solicitaram apoio do Presidente do Togo para juntar-se com outros mediadores sobre a crise política na Guiné-Bissau. 
Faure Gnassinbgé, é solicitado  a apoiar a mediação da crise política após a sua designação como Presidente em exercício da CEDEAO, a 4 deste mês.


As fotos falam por si.


Notabanca; 21.06.2017

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
CINCO ARMAS OITO CARREGADORES DE BALAS E CINCO GATUNOS DETIDOS PELA GN EM DJOLMET

Cinco armas automáticas e oito carregadores de balas são matérias aprendidos na semana passada, numa operação desencadeada pela Guarda Nacional (GN), na povoação de Djolmet, zona Norte da Guiné-Bissau.
Durante a operação, força da segurança deteve cinco assaltantes, num curral de gado bovino.
Hélder Bernal Viegas, comandante da Brigada de Intervenção e Reserva da GN da zona descreveu a Notabanca que, durante a operação registou tiroteio entre gatunos e a Policia da Ordem Pública.
O comandante disse ainda que, três larápios pertencentes o grupo, se encontram em fuga nas zonas de Bula e Farim, mas já foram localizados pelas autoridades.
Falando à imprensa, os malfeitores afirmam se sentem mal por não tomarem banho há vários dias, mas já assumiram a autoria do roubo de treze cabeças de gado bovino (vacas) em Canchungo, e durante o assalto caíram numa emboscada dos policiais fugiram à Tchurbric e ali, foram surpreendidos com tiros, acabaram de esconder nos mangais até seis horas da madrugada. Ao regressarem para casa foram descobertos e detidos pela GN.
“O meu irmão chamado Siló, que está na zona de São Domingos foi quem me deu a arma. Mas ele está doente, tenho a arma para cumprir missão e proteger a minha vida”, disse um dos ladrões detidos.   
De salientar, os cinco detidos vão ser entregue terça-feira ao Ministério Publico para o efeito de instauração de um processo para eventual julgamento.
Força policiais
Notabanca; 21.03.2017

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: 

PRIMEIRA CONFERÊNCIA DA FUNDAÇÃO JOÃO XXIII NA GUINÉ-BISSAU TERMINA COM ÊXITO


Fundação João XXIII Casa de Oeste realizou sexta-feira em Bissau, a sua Primeira Conferência Nacional sob o lema: “Si Buna Bulido Costa, Buli Barrig”, alusiva aos vinte cinco anos da Solidariedade Social na Guiné-Bissau. 
O representante da Secretaria de Estado do Plano e Integração Regional garante que a sua instituição vai continuar a colaborar-se com a Fundação João 23 por forma a melhorar parceria com vista a dar mais doações aos guineeneses.

O Delegado da Fundação João XXIII na Guiné-Bissau recordou os primórdios da fundação e da Cooperativa Escolar São José, o que carateriza de uma “caminhada longa e difícil”, porque conforme disse, iniciaram as “escolas com barracas improvisadas de querentins e construções de pavilhões a dobe”.
Raúl Daniel da Silva enalteceu o engajamento dos seus parceiros estrangeiros porquanto apoiam a intervenção da Fundação, quase em todas as áreas do desenvolvimento em diferentes localidades da intervenção da organização no país.

Os participantes não esqueceram do seu ente querido, Fernando Cá, a quem renderam homenagem, figura que indicou a Fundação para se intervir em Ondame, Biombo.
Para o Presidente da Fundação João XXIII de Portugal, a organização intervém na Guiné-Bissau para se minimizar a penúria dos guineenses.
Padre Joaquim Batalha assegurou que os governantes guineenses se colaborem em facilitar na isenção dos materiais destinados à doação ao povo guineense.

Durante a cerimónia, foi feita exposição fotográfica das atividades da organização na Guiné-Bissau, e vários voluntários foram homenageados com o tradicional “pano de pinti”, pelos trabalhos realizados em prol dos guineenses mais carenciados.
Recordamos que, um dia antes da conferência, a Fundação doou um autocarro de quarenta lugares para Associação dos Surdos e Mudos da Guiné-Bissau.
“Muito obrigado senhores voluntários!... Vocês são os verdadeiros Heróis da Guiné-Bissau. Nunca abandonaram o povo guineense nos momentos difíceis”. 
Notabanca; 12.03.2017


:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
JORNALISTA DA TGB CORRE RISCO DE FICAR PARALISADO POR FALTA DE TRATAMENTO MÉDICO

O jornalista da Televisão da Guiné-Bissau, Mário Oliveira que padece de desvio de coluna vertebral já um ano, precisa de tratamento médico numa clínica especializada no estrangeiro, mas não pode viajar devido a “burocracia” da embaixada de Portugal, em Bissau.
O jornalista já dispõe de junta-medica, termo de referência, passaporte, agendamento online solicitado pela embaixada de Portugal em Bissau, a quatro meses para concessão de visto, mas até agora está em Bissau, entre a vida e a morte sem resposta favorável da embaixada portuguesa.
De acordo com Mário Oliveira recebeu uma resposta da embaixada que só terá o visto para se viajar, quando tiver consulta marcada em Lisboa.

Mário disse ainda que, corre risco de ficar paralisado definitivamente se não for tratado a tempo útil, já que não consegue encaminhar-se corretamente por falta de tratamento adequado. Mostrando-se insatisfeito com a direcção da TGB, que segundo disse só endereçou o pedido de concessão de visto à embaixada, e não se preocupa prosseguir com as diligências necessária para que o seu processo torne mais célere, por forma a obter o visto de viagem.
O jornalista disse que esteve em Lisboa e estranha-se a postura assumida pela embaixada de Portugal em Bissau, sobre o seu tratamento. Lamentando servir o país há vários anos e na doença abandonado a sua sorte.
Notabanca; 13.11.2016

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

VELHA VENDEDORA DE GARRAFAS MORTA NO ACIDENTE DE VIAÇÃO NA “SUBIDA DE CABANA” EM BISSAU
Uma mulher idosa vendedora ambulante de garrafas residente no bairro de Pefine em Bissau foi atropelada e morta, na estrada que liga Chapa de Bissau `a antiga discoteca Cabana, no pleno exercício de venda de garrafas vazias.

A velhota é tão conhecida na zona devido a sua dinâmica de comércio de garrafas e outros recipientes, ao longo dos anos para apoiar à sustentação da família.

Mas infelizmente, hoje, a sua vida deu por finda neste mundo dos vivos, por uma viatura mercedes com matricula RGB-6362-CE de transporte misto Cacheu-Bissau.
A estrada da “Subida de Cabana” é mais difícil de circular na capital, devido aglomeração de pessoas com produtos alimentares carrinhas de mãos e viaturas.
Eu sinto muito!...
Gloria eterna a sua alma!
Notabanca; 10.11.2016
_
_______________________________________________________________

 GREVE DE TRINTA DIAS ESTÁ A VISTA NAS ESCOLAS PÚBLICAS

O SINAPROF e SINDEPROF numa única frente ameaçam desencadear a terceira vaga da greve de trinta dias no sector do ensino público.
Isto porque, os dois sindicatos entregaram o Governo de Baciro Dja mais um pré-aviso de greve, aqui Notabanca teve acesso.
Os signatários do documento exigem do patronato entre outros pontos, cumprimento integral dos estatutos da carreira docente um dos pontos fulcral das reivindicações, pagamento de três meses de salários dos professores de novo ingresso e dos docentes do ano lectivo: 2012/2013.
De sublinhar que, a segunda vaga da greve está em curso e irá terminar no dia 28 deste mês. Contudo, os dois sindicatos manifestam total abertura ao diálogo franco com o Governo para o bem-estar do sector do ensino público.
Notabanca, 25.10.2016
___________________________________________________________________________
RAIVA MATA ANUALMENTE MAIS DE 70 MIL PESSOAS NO MUNDO E EM BISSAU DECORRE A CAMPANHA DE VACINAÇÃO 

Sob o lema: “Juntos Contra a Raiva na Guiné-Bissau”, decorre na Guiné-Bissau, e durante trinta dias, a Campanha Nacional de Vacinação Contra a Raiva, em sequência das celebrações da Jornada Mundial Contra a doença do cão.  
Conforme o comunicado, a campanha abrange a vacinação de cães, gatos, macacos e outros animais de estimação pelos humanos.
Diretor-geral da Promoção e Prevenção de Saúde, Nicolau de Almeida, rememora à população que a raiva é uma doença transmitida pela mordedura ou escoriações provocadas por um animal infetado, sobretudo cães e gatos. “A raiva ataca todas as espécies de animais de sangue quente incluindo o homem,” disse.
O DG indica que a doença mata anualmente mais de 70 mil pessoas, na sua maioria crianças, nos países em desenvolvimento.
Segundo os dados, em 2015, foram vacinados mais de doze mil animais, com destaque para cães, gatos e macacos.
:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

ESCOLAS PÚBLICAS DA GUINÉ-BISSAU EM GREVE DE DEZ DIAS
Nuna única frente, o SINAPROF e SINDEPROF sindicatos do setor do ensino público iniciam a partir de hoje, dia 26, uma greve nas escolas públicas com a duração de dez dias.

Em causa, segundo os líderes sindicais está o desleixo e incumprimento do Governo para com a classe docente nomeadamente; Aplicação integral do Estatuto da Careira Docente, ponto fulcral das reivindicações.

Ainda os sindicato, reclamam a harmonização e a atribuição de letra “F” à todos os professores oriundos dos diferentes centros de formação, pagamentos dos salários e retroativos aos novos ingressos, reintegrados e contractados.

Os sindicalistas garantem que: “não há nada a negociar, só resta cumprir o acordo. Não vamos mandar os professores para irem às salas de aulas sem que haja luz verde no fundo do túnel.” Fim de citação

De salientar que, o ano lectivo transato foi registado por ondas de greves que perturbaram sistematicamente o regular funcionamento de aulas mais de dois meses que colocaram em causa o aproveitamento dos alunos ao nível nacional.
:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

BUBO NA TCHUTO CONDENADO A QUATRO ANOS DE PRISÃO EFECTIVA NOS EUA
O julgamento de contra- alminante guineense Bubo Na Tcguto foi uma “farsa”, os traficantes da DEA que o prenderam na presunção de inosencia, juraram a sete ventos que tinham provas (escutas telefónicas e vídeos) do seu envolvimento no trafico de drogas e misseis terra ar para os guerrilheiros das FARCs na Colômbia, consideraram-no uma ameaça para segurança dos EUA, também foi veiculado pelos seus detratores sobretudo os “mafiosos e fascistas” da CPLP, que cobrava um milhão de dólares americanos “por cada descarga da droga no território nacional”, afinal tudo era mentira, senão vejamos: se a acusação tivesse  provas do seu envolvimento no tráfico de drogas e armas, o tribunal já o teria condenado há muito tempo, não era necessário negociar a sentença, por outro lado o caso não teria arrastado desde 2013 a esta parte ou seja, durante 3 anos. Como não encontraram provas, porque não existem, e para não indemnizarem o Bubo, tiveram de negociar com ele para assumir a culpa em troca de uma pena leve. Que vergonha!
Quem trafica toneladas de drogas e armas é condenado apenas 4 anos de prisão? Esta história está mal contada.
O ex-chefe de Estado-Maior da Armada da Guiné-Bissau Bubo Na Tchuto, que “confessou” crimes de tráfico de droga (??) em maio de 2014, foi hoje condenado a quatro anos de prisão por um tribunal de Nova Iorque.
Com a leitura da sentença sem o caso ir a julgamento, é certo que o ex-militar guineense negociou um acordo com a acusação, como já acontecera com outros acusados no mesmo caso.
Na Tchuto, que arriscava uma pena que podia ir até prisão perpétua, já cumpriu assim a maior parte da pena, visto que se encontra detido há mais de três anos.
Bubo Na Tchuto foi capturado pelos Estados Unidos numa ação antidroga em 2013 e confessou os crimes no ano seguinte, bem como outros três homens que foram detidos com o militar guineense.
Tchamy Yala foi condenado a cinco anos de prisão, Papis Djeme foi condenado a seis anos e meio de prisão e Malam Mane Sanha já cumpriu os 36 meses de pena e foi deportado no final do ano passado para Portugal, por ter nacionalidade portuguesa e guineense e por ter usado o passaporte português no processo de deportação.
Em abril de 2103, Na Tchuto e os cumplices foram detidos em águas internacionais, ao largo de Cabo Verde, por uma equipa da agência de combate ao tráfico de droga norte-americana.
Segundo a acusação, Na Tchuto cobrava um milhão de dólares por cada tonelada de cocaína da América do Sul recebida na Guiné-Bissau.
Parabéns Bubo!  
Notabanca; 05.10.2016
:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
FALECEU O EMPRESARIO ABEL INCADA ACNDIDATO PRESIDENCIAL DO PRS

A classe empresarial e política guineense está de luto.
Faleceu hoje dia 04, em Portugal vítima da doença, Abel Incada, candidato derrotado do PRS nas eleições presidenciais de 2014, vice-presidente da Camara do Comércio, Indústria, Agricultura e Serviços da Guiné-Bissau (CCIAS).
A informação consta de um comunicado de pesar da CCIAS que Notabanca teve acesso. De acordo com o documento, o desaparecimento físico de Abel Incada, representa nas vésperas da reorganização do país, um encher de consternação ao sector empresarial e informal.
O PRS em comunicado realçou outrora empenho e contributo do malogrado na vida empresarial e politica no país. Fase à triste noticia, a direção do PRS associa-se as dores, expressando as suas profundas e sinceras condolências à família enlutada.
Recorde-se que, Abel Incada nasceu em 12 de Janeiro de 1962, em Binar, região de Oio, filho de Jorge Incada e de Maria Incada. Desempenhou várias funções em destaque, em 2000 foi nomeado membro do Conselho de Estado da República da Guiné-Bissau e no ano seguinte foi eleito, no mês de Março, segundo Secretário da Câmara Consultar Regional da UMEMOA, em Lomé, capital de Togo.
Em 2001 foi eleito com presidente da CCIAS e em 2014 foi candidato do PRS às eleições presidenciais, nas quais foi derrotado.
Notabanca; 04.10.2016
:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

BIAGUÊ NA N´TANN PROMOVIDO GENERAL DE QUATRO ESTRELAS

O tenente-geral Biaguê Na N´tan, actual Chefe de Estado Maior General das Forças Armadas foi promovido General de quatro estrelas.
A promoção consta da resolução número um de 2016, do Conselho Superior da Defesa, datada de 24 de Setembro, assinado pelo presidente da Republica, José Mário Vaz e que, a Notabanca teve acesso, hoje dia 30.
Conforme o documento, a reorganização no seio da classe castrense visa entre outros contribuir para a elevação da dignidade no exercício dos cargos dos oficiais generais nacionais, perante os seus homólogos estrangeiros.
Ainda na lista dos promovidos faz parte, o comodoro Carlos Alfredo Mandughal, Chefe de Estado-maior da Armada, promovido a Contra-almirante; Coronel Steve Lassana Massaly, vice-chefe de Estado-maior do Exército, passa ao Brigadeiro-General.
Capitão-de-fragata Armando Sega, vice-chefe Estado-maior da Armada, promovido a Comodoro, e Coronel Albertino António Cuma, para o Brigadeiro-General. 
::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

UNTG PEDE INTERVENÇÃO DA JUSTIÇA CONTRA EMPRESAS DE TELECOMUNICAÇÕES NA GUINÉ-BISSAU

untg
A Central Sindical dos Trabalhadores da Guiné – UNTG pede a intervenção do poder judicial na reposição da legalidade e fazer valer a sua decisão de anular o ato que diz de “ilegal” perpetrado pelas direções da Orange Bissau e MTN-Bissau, duas empresas privadas de telecomunicações a operarem no país.

Em comunicado enviado a “O Democrata”, a União Nacional dos Trabalhadores da Guiné (UNTG) critica a passividade do Governo da Guiné-Bissau face ao que chama de “violações flagrantes dos direitos sindicais plasmados na Constituição da República, Convenções da OIT e demais leis que regulam a relação jurídico-laboral, entre o patronato e o trabalhador”.


A reação da UNTG vem depois da sua reunião do dia 05 de outubro convocada para analisar a situação dos funcionários das empresas privadas de telecomunicações, nomeadamente, a Orange Bissau e MTN-Bissau.

Reagindo ainda sobre a mesma situação, a Central Sindical exorta ao Governo a adoptar, com firmeza, a postura de boa governação na gestão e aplicação dos fundos públicos, para reduzir o índice do desemprego no país.

Neste sentido, responsabiliza a “impotência” do Ministério da Função Pública, através da sua Inspeção Geral de Trabalho pela inércia e a falta de aplicação das exigências legais que justificam a sua institucionalização.

Como um das soluções, a Central Sindical propõe igualmente a criação de um programa de ação sindical de solidariedade com os sindicatos das empresas públicas e privadas e da administração central do Estado, através de contatos, marchas e denúncias junto da Organização Internacional do Trabalho, pelas violações sistemáticas dos direitos sindicais dos trabalhadores.

O comunicado assinado por Estevão Gomes Có, Secretário-Geral da UNTG, sublinha, no entanto, a necessidade de o Ministério do Interior abster-se de cometer aberrações, quando se trata de assuntos inerentes ao conflito laboral.
 ::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

DONATIVO DE MATERIAL DE "SCML" CHEGOU A HOSPITAL DE BAFATÁ

O material doado pela Santa Casa de Misericórdia de Lisboa (SCML) a ANARBA para apoio ao Hospital e deficientes da Região de Bafatá, já chegou ao destino com o apoio da ONG portuguesa "FUNDAÇÃO JOÃO XXIII" e cuja a distribuição começou ser feita pelo Governo Regional em colaboração com as autoridades de saúde, chefe tradicional (Régulo) e Associação de Deficientes da Região de Bafatá.
A cerimónia foi presidida pelo Senhor Abdu Sambú, Governador da Região, na Presença do Delegado Regional de saúde e Sécu Sidibe, Régulo de Bafatá, entre outros populares.

Lembra-se queANARBA recebeu no dia 30 de Março de 2016 da Santa Casa de Misericórdia de Lisboa (SCML) que se destina a Região de Bafatá. Donativo que representa um importante apoio solidário ao Hospital Regional, constituido por 150 pares de canadianas, 20 carretas de rodas, 300 almofadas de conforto, Discos de transferencias verticais, Cadeirões giratórios, elevadores de transferencias e pinças, entregues pela Senhora Dra Cristina Vaz Almeida, Diretora de Serviço de Gestão de Produtos de Apoio a Unidade de Promoção do Envelhecimento Ativo da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.
Por sua vez, José Carlos Baldé, Presidente da Direcção de ANARBA, em nome de todos os associados endereçou a mensagem de agradecimento e de reconhecimento à aquela instituição, particularmente ao Senhor Dr. Santana Lopes, Provedor da Santa Casa de Misericórdia de Lisboa.
Na referida mensagem, o Presidente de ANARBA enalteceu o gesto tão nobre e de solidariedade, assumindo que é ambição da associação que representa, honrar a confiança que a SCML depositou para a atribuição desse donativo e comprometeu fazer chegar o mesmo aos destinatários mais carenciados da Região, como melhor forma de corresponder com a expectativa que aquela instituição doadora representa.
::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
LANÇADA ONG DE LUTA PARA A PAZ NAS ZONAS FRONTEIRIÇAS DA GUINÉ-BISSAU

A Guiné-Bissau dispõe mais de uma organização não-governamental para a pacificação nas fronteiras, cujo lançada oficial feito hoje dia 08 em Bissau.
Trata-se da “Organização da Luta para a Paz nas Zonas Fronteiriças”.  O deputado, Leopoldo da Silva, Coordenador dessa congregação disse a ONG surgiu para combater os males nas fronteiras.
A deputada, Dan Yalá, em representação da Assembleia Nacional Popular, enalteceu a importância do surgimento da nova organização, cujo propósitos, a manutenção da Paz nas zonas fronteiriças entre a Guiné-Bissau, Senegal e eventualmente na fronteira da Guiné-Conacri. “O poder legislativo em defesa das populações vulneráveis.”
Notabanca; 08.10.2016

Sem comentários:

Enviar um comentário